Como criar personas para seu negócio com a auditoria da Anthropolab
  • Wagner de Souza

Como criar personas para seu negócio com a auditoria da Anthropolab

Criar personas parece ser fácil, no entanto, é uma tarefa que requer muito conhecimento sobre seu público, quem o consome, como e porquê.

Essas características, por sua vez, só são realmente definidas depois de se uma pesquisa comportamental adequada sobre o mercado que sua empresa irá atuar.

O que é uma persona?

A princípio, as pessoas confundem muito esse conceito com o conceito de público alvo. Não que esses termos não apresentem semelhanças significativas, entretanto, é preciso delimitar algumas diferenças que os separam.

O público alvo do seu produto/serviço abrange diversas características de forma mais abrangente. Como por exemplo: sexo, faixa etária, poder de compra, cargo, formação profissional. Essas são características que já permitem você identificar e vender para seus públicos de interesse.

Já a persona, seria mais uma imagem construída, um personagem fictício do seu público ideal. Dessa forma, ela representa uma parcela muito mais específica do seu público alvo, sendo mais humanizada e pessoal.

É claro, que ao mesmo modo que seu mercado pode ter públicos de interesse, também pode ter mais de uma persona, mas ter muitas personas também pode ser um entrave, pois deixa de se tornar uma oportunidade de atingir um público específico para atingir um público muito maior.

Como exemplo observe a imagem abaixo retirada do blog X Tech Commerce:



Ao analisarmos a imagem, percebemos que a persona é uma pessoa. Ela tem hábitos de trabalho e consumo detalhados, que a tornam uma personagem específica e uma cliente ideal do negócio.Essa persona dá oportunidades mais assertivas e conclusivas para a elaboração de um plano de Marketing Digital e Inbound.

Através da persona se define o conteúdo que será veiculado no site/blog, qual o tipo de linguagem, que tipo de informação suas personas procuram e como elas consomem seu produto/serviço

Como criar uma persona

Criar uma persona, portanto, necessita de um processo de reconhecimento do seu terreno.


Na pesquisa tradicional é feito uma série de perguntas que dão forma ao seu cliente ideal, tais como:

Quem é seu principal cliente? Que tipo de assunto ele se interessa?Que atividades ele realiza diariamente ou com frequência?Quais seus hobbies?Com o que ele trabalha?Como ele se informa e quais os veículos?Dificuldades, desafios e conquistas?Estilo de vida?

Parece até um exagero, mas entender certos hábitos e dados permite que os profissionais de comunicação gerem insights e padrões que criam oportunidades para seu negócio atrair, bem como fidelizar clientes.

Como criar uma persona com a Anthropolab

Na Anthropolab esse processo também é levado em consideração, mas se dá maior ênfase ao processo de análise de comportamento.

Ao analisar um grupo de pessoas que buscam por algum produto / serviço é levado em consideração diversas variáveis, tais como a descritas acima. O que muda no processo de pesquisa da Anthropolab é o tempo de pesquisa e o recurso da Inteligência Artificial. A Inteligência Artificial possibilita selecionar quais variáveis são mais importantes para a caracterização da persona e do código cultural.

Esse fato torna o processo de pesquisa mais rápido, ela pode ser feita em 3 a 5 dias, contrapondo uma pesquisa tradicional que pode durar até um mês.

Auditoria da Anthropolab

Segundo Eric Enge et al. (2010) um pesquisador que utiliza os mecanismos de busca, tem como objetivo adquirir informações relevantes para si quanto ao objeto de sua pesquisa. E para tanto, segundo os autores da obra “A arte de SEO: dominando a otimização dos mecanismos de busca” é necessário compreender como funciona a psicologia desse mercado.

Nesse aspecto, entender a psicologia do mercado é entender suas personas e como elas podem agir no seu negócio.

A pesquisa comportamental realizada pela Anthropolab permite identificar, além de caracterizar suas personas, de acordo com sua tribo, idade, comportamento psicológico (medos e anseios), hábitos de compra, redes sociais mais utilizadas, poder de compra e afins, de forma muito específica.

É possível conhecer o código cultural do comportamento do consumidor na internet, entender como funciona a cultura de consumo de informação e entender a bolha de dados ao redor dele.

Além disso, com a coleta de informações delineia-se o comportamento online do usuário, qual tipo de assunto ele mais consome, quanto tempo ele passa online e quais os objetivos dele no seu site.

Para tanto, nossa metodologia utiliza uma ferramenta de otimização digital conhecida como Digital Behavior Network Analysis (DBNA) que realiza:

“pesquisa digital que se baseia no reconhecimento de tribos digitais da empresa, marca e/ou produto, utilizando técnicas de visualização como construção de redes sociométricas ajudando a encontrar insights antropológicos, significados, códigos culturais, códigos répteis, arquétipos, padrões de comportamento, influencers, etc.”

Essa ferramenta aliada a análise de padrões comportamentais do cliente, no ambiente da internet, permite que sua empresa possa criar personas e outras estratégias de Marketing em um curto período de tempo, considerando os métodos de pesquisa tradicionais.

Ademais, como resultado gera uma base de informações extremamente rica em características antropológicas e sociológicas, que ajudam a empresa a entender o lado humano e subconsciente do consumidor.

Fonte: vesti.com.br

Autora: Ana Elisa

Nova logo Vesti.png
Nova logo Vesti.png
  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter
  • Linkedin

Rua Antônio Pereira, 1-12 | Paraíso

17051-290 | Bauru | São Paulo

             Fone: +55 14 3218-1376

contato@vesti.com.br

Agência Certificada

Logo-Abradi-02-440-Branco.PNG
Copyright © 2019 | Vesti Marketing Digital. Todos os Direitos Reservados. Uso de cookies.